QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019 → CONFIRA

Desde 1979, é o maior tributo de arrecadação do Governo Federal, permitindo seguir princípios da justiça fiscal, por isto é importante ficar atento para quem deve declarar o imposto de Renda 2019.

Criado através da lei 4.625 no dia 31 de dezembro de 1922, o Imposto de Renda é um tributo anual e tem como princípio arrecadar fundos para investir em educação, saúde e desenvolvimento urbano.

E neste artigo vamos ajudar a todos que têm dúvidas sobre como fazer esta declaração. Também vamos te ajudar com um passo a passo detalhado de como preencher sua declaração de forma simples.

Quem deve declarar o imposto de renda 2019

Se você tem dúvidas a respeito de se deve ou não declarar o imposto de renda, este tópico será de grande ajuda. E para facilitar ainda mais o seu entendimento, separamos abaixo os critério para quem deve fazer a declaração anual. Confira:

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019


01 – É obrigatória a declaração do imposto de renda a todos os trabalhadores, aposentados e pensionistas que possuem renda anual superior ao teto de R$28.550,70 (mensal superior a R$1.903,70);


02 – Trabalhadores rurais com rendimentos anuais brutos e tributáveis acima de R$128.308,50;


03 – Contribuintes que possuam bens (casas, carros, barcos entre outros) com valor acima de R$300.000,00;


04 – Contribuintes com alienações de bens ou direitos que tenham taxação de impostos tributáveis, quem aplica na bolsa de mercado ou valores ou similares;


05 – Contribuintes que vieram morar no Brasil em qualquer mês do ano base;


06 – Contribuintes com rendimentos não tributáveis, tributáveis ou isentos direto na fonte com valor acima de R$40.000,00.


Saiba como declarar o imposto de renda 2019

Agora vamos passar um passo a passo detalhado de como preencher sua declaração anual do imposto de renda 2019. Segue abaixo o link para download.

Lembrando que é preciso ter em mãos todos os documentos necessários para o preenchimento da declaração, que são:


  • CPF;
  • Informe de rendimentos;
  • Título de eleitor do titular;
  • Número da última declaração de imposto de renda;
  • Nome completo, CPF e data de nascimentos dos dependentes;
  • Nome completo, CPF e data de nascimento dos alimentados;
  • Comprovantes de despesas com planos de saúde e dentários;
  • Comprovantes de doações.

QUEM DEVE DECLARAR O IMPOSTO DE RENDA 2019


Parte 01. Ao abrir o programa do imposto de renda teremos que escolher a modalidade de preenchimento, que são: ajuste anual ou de retificação (opção para quem já entregou a declaração e ficou faltando informações ou algum erro em alguma informação). Em nosso caso vamos escolher ajuste anual e novo.


Parte 02. A aparecerá todos os campos a serem preenchidos. O primeiro será a identificação do contribuinte, nome completo, número da última declaração, número do título de eleitor, endereço completo, telefone, E-MAIL, nome e CPF do cônjuge (casado, união estável ou que resida na mesma casa no mínimo de 3 anos).


Parte 03. Nesta página colocaremos todos os documentos e informações dos dependentes que são: nome completo, CPF e data de nascimento. Não será preciso colocar nenhum valor, pois o próprio sistema já calcula um valor estipulado com base no cálculo da Receita federal.


Parte 04. Agora será preciso inserir as informações dos alimentados, como: nome, CPF e data de nascimento, e o valor pago anualmente a cada alimentado (esta descriminada no informe dos rendimentos). Muita atenção nesta etapa, pois na grande maioria quem pede a pensão é o responsável pelo menor. Isso quer dizer que o nome, CPF e data de nascimento que entra e do responsável e não do menor.


Parte 05. Chegamos à parte dos rendimentos, muito importante colocar os valores exatos descriminados no informe de rendimento que são eles, rendimentos anuais, imposto retido na fonte, décimo terceiro salário, imposto retido sobre décimo terceiro salário, contribuição previdenciária oficial e rendimentos não tributáveis.


Parte 06. Nessa parte colocaremos como descriminado no informe de rendimentos, exemplo, seguro-desemprego, rendimento da poupança, seguro por roubo entre outros. Importante não errar em nenhum valor.


Parte 07. Nessa etapa colocaremos valores de um segundo rendimento caso haja. Exemplo: trabalho de carteira assinada e recebimento de algum beneficio do Governo federal, estadual ou municipal.


Parte 08. Nessa parte colocaremos venda de bens que possuímos exemplo casa, carro, barcos, entre outros.


Parte 09. Nessa parte declararam nossos bens, exemplo casa, carro, barco, entre outros.


Parte 10. Pagamentos efetuados. Nessa etapa colocaremos as despesas com planos de saúde, dentários ou outros.


Parte 11. Doações efetuadas. Necessário informar as doações feitas a intuições de caridade, abrigos, instituições financeiras entre outras.


Parte 12. Verificar pendências e erros. Sempre verifique toda a declaração entes de enviar, pois o menor dos erros pode colocar o contribuinte na malha fina e em alguns casos pode gerar uma multa. Verifique também no canto inferior esquerdo qual a melhor opção para enviar sua declaração,  se por deduções legais ou simplificadas.


Parte 13. Depois de enviar é só imprimir a declaração e seu comprovante que é fácil de identificar, pois nele vem o número do seu imposto de renda. Se tiver imposta a pagar também tem a opção de imprimir os boletos para pagamento.


Confira quem não precisa declarar imposto de renda 2019

Baseado na lei de número 7713, do ano de 1980 os contribuintes que possuem algumas doenças e síndromes ficam isentos de pagar o imposto de renda, são elas:

  • AIDS;
  • Alienação mental;
  • Hanseníase;
  • Cardiopatia grave;
  • Cegueira;
  • Doença de Parkinson;
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Contaminação por radiação;
  • Doença de paget em estado avançado;
  • Esclerose múltipla;
  • Fibrose cística;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Nefropatia grave;
  • Neoplasia maligna;
  • Tuberculose ativa;
  • Hepatopatia grave.

Depois de ver quem deve declarar o imposto de renda 2019 e todas as dicas para realizar a declaração, você nunca mais terá problemas quando o mês de março chegar!